top of page
png_20221201_190642_0000.png
  • Leonor Buzaglo

Ayurveda: Doshas

Atualizado: 25 de jun. de 2023




O ser humano é constituído e influenciado pela natureza. Cada dosha ou biotipo possui caracteristicas especificas, definindo a nossa natureza fisica e psicologica, assim como o seu equilibrio ou desiquilibrio. Todos possuimos os três doshas, mas em proporções variadas, sendo que cada pessoa tem um dosha original com necessidades específicas: Na prática de Yoga, dieta, estilo de vida e terapias. De forma a alcançar e manter um corpo e mente em equilibrio e harmonia.

Descubra aqui o seu Dosha:

AyurvedicConstitutionQuiz
.pdf
Fazer download de PDF • 427KB


Prakruti: (ou Prakriti , que em sânscrito significa “ natureza, origem “ da pessoa) É a constituição física e psicológica individual. O Prakruti é influenciado pela genética dos pais, tanto quanto pelos hábitos e dieta da mãe durante a gestação.

Existem dez tipos básicos: V, P, K, VP, VK, PV, KV, PK, KP e VPK.


Vikruti: (ou Vikriti, que em sânscrito significa “alteração do corpo, mente e consciência“) é o estado actual da pessoa, que sofre influências externas, sendo influenciado pelas condições actuais de vida e experiências, incluindo também, por exemplo, o clima, alimentação e estilo de vida. Ele manifesta os nossos desequilíbrios actuais. Este pode sofrer alterações que podem levar anos, ou apenas dias ou horas. Este desequilíbrio nos elementos pode levar ao aparecimento de doenças.

São consideradas duas classificações para o levantamento da tipologia pessoal: a prakritti, isto é, a sua configuração dos três doshas por ocasião de seu nascimento, e a vikritti, a configuração que se apresenta agora, neste momento. A sua referência de equilíbrio é a sua própria prakritti. As terapias ayurvêdicas estarão sempre ajudando a manter e/ou trazer sua vikritti no nível da sua prakritti.


A nossa natureza é constituída pelos três doshas e é medida pela relação à quantidade que temos: por exemplo : P3V1K2 não significa que somos “PK” por serem em maior quantidade, significa apenas que a sua maior força é Pita e que deve ter cuidado com calor e digestão excessiva. Se o Kapha é o segundo que predomina a estabilidade pode se tornar inimiga, originando excesso de peso, melancolia, prostração, então movimente-se, dê força ao vata através da alimentação, Yoga e terapias especificas.


Características do tipo Vata:

• Constituição leve e magra;

• Desempenha actividades rapidamente;

• Fome e digestão irregulares;

• Sono leve e interrompido, insónia, alternância de humores;

• Entusiasmo, vivacidade, imaginação, agitabilidade;

• Rápido a captar nova informação, assim como a esquecê-la,

• Tendência para a preocupação e para a obstipação;

• Cansa-se facilmente, tendência para extenuar-se;

• A energia mental e física surge aos arrancos.

Vata (Ar & Éter): está relacionado com o princípio do movimento e no organismo humano controla os impulsos nervosos, a circulação, a respiração e os processos de eliminação. Literalmente significa vento, e é o dosha principal. É a força que movimenta os outros dois doshas. Existe nos espaços vazios do corpo: órgãos ocos, articulações e cavidades dos ossos, nomeadamente na anca e zona lombar. A um nível interior, vata é tanto a força vital como a energia do pensamento que se movimenta no espaço da mente. Qualquer tratamento Ayurvédico tem que contemplar Vata, uma vez que este desequilibra os outros dois, por isso, quando em dúvida, aponta-se a vata como o culpado!

Em desequilíbrio:


Dificuldade em dormir, relaxar, concentrar-se, concluir raciocínios e atividades; energia e pensamentos dispersos em vários focos (falta de direcionamento e continuidade); incapacidade de estar só́; necessidade de movimentação constante; impaciência, ansiedade e preocupações desmedidas; impulsividade; compulsões (comida, álcool, vícios e manias em geral); tendência a excessos (falar, comprar, pensar); olhar agitado e disperso; apetite irregular, inapetência; fadiga, fraqueza, cansaços; sintomas físicos como: prisão de ventre, gases, cólicas, ressecamento (pele, cabelo, nariz, lábios, juntas, etc), hipertensão, irregularidade dos batimentos cardíacos (incoerência cardíaca), espasmos musculares, desmaios, tremores (desequilíbrios em geral do sistema nervoso), perda de peso, dores de cabeça, fortes sintomas e desequilíbrios pré-menstruais. vulnerabilidades na área das articulações (artroses, artrites, etc.) e dos intestinos (prisão de ventre), stress, doenças nervosas, medos, insônia, e fraca memória. Como é um dosha frio e sêco, poderá haver tendência a se constipar, e a ter pele e cabelos sêcos. Tem normalmente estrutura corporal magra e ossuda.

Vata está relacionado aos 5 pranas, pois cada prana é um sob-dosha de Vata (cada dosha tem 5 sub-doshas), ainda assim, tem uma relação mais intensa com os pranas: Prana (aspecto funcional do prana que gerência os processsos de absorção. Está relacionado ao relacionado ao chakra Anahata – elemento ar – e a glândula timo, que gerência a respiração, atividade cardíaca, cintura escapular , membros superiores, afetos e sentimentos) e Udana ( É o prana do chakra Vishuddha – elemento éter – e da glândula tireoide, gere a voz, garganta, cervical, visão, olfato, audição, todo o cérebro, criatividade, comunicação).


Equilibrar o Vata:

• Hábitos regulares, sossego; Crie regularidade nos seus hábitos, como comer, dormir, acordar, fazer exercícios, etc . • Beber bebidas mornas (chá de raiz de gengibre fresco ralado), evitar bebidas e comidas muito frias; • Diminuição da sensibilidade ao stress (evitar tensão mental e excesso de estímulo); • Faça frequentemente automassagem com óleo de gergelim morno ou receba abhyanga. • Use óleos essenciais naturais como sândalo, laranja, erva-doce, ylangylang, gengibre e lavanda. Eles podem ser misturados no óleo da auto massagem ou colocados em um recheou para perfumar o ambiente. • Reduza os estímulos com músicas agitadas, excesso de televisão, computador, celular e jogos de computador. • O calor ajuda a pacificar vata também. • Reduza a velocidade de atividades como falar, mover-se e trabalhar. • Pratique exercícios que sejam lentos e que promovam o aterramento, como prática de yoga com ásanas lentos, com posturas em pé e que estimulem a estabilidade. Natação em água quente é muito benéfico para Vata. • Minimize exercícios rápidos e excessivos, como corrida e ciclismo. • Pratique meditação. • Durma mais e vá dormir mais cedo (antes das 22 horas). O sono é útil para nutrir e pacificar Vata permitindo que o dosha kapha esteja mais presente. • Minimize viagens e evite dirigir em excesso (especialmente rápido) pois o movimento é uma das qualidades de Vata. • Reduza ou evite estimulantes como nicotina, bebidas energéticas, cafeína, açúcar, refrigerantes, maconha, cocaína, anfetaminas, etc. • Evite a exposição excessiva ao vento, especialmente vento frio. • O ar condicionado seca o ar – uma qualidade que agrava Vata – use o dispositivo de umidade, se possível. • Ande descalço, mas desde que o chão esteja quente (especialmente na areia ou lama). • Práticas como jardinagem, cerâmica e qualquer outro contato possível com o solo são pacificadores de vata. • Tomar banho de chuveiro quente, ou banho de banheira com água quente são muito benéficos para vata.


Características do tipo Pitta:

• Constituição média, força e resistência médias.

• Carácter empreendedor - gosta de desafios.

• Intelecto aguçado, fome e sede aguçadas, boa digestão.

• Tendência para raiva e irritabilidade sob stress.

• Pele clara ou rosada, muitas vezes com sardas.

• Aversão ao sol e ao tempo quente.

• Discurso preciso e articulado.

• Não pode falhar refeições.

• Cabelos loiros, castanhos-claros ou ruivos.

Pitta (Fogo & Água) relaciona-se com o princípio da transformação e controla tudo o que diz respeito à digestão e ao metabolismo a nível celular e orgânico. Uma vez que o fogo não pode existir no corpo, ele manifesta-se nos ácidos gástricos. É, por isso, responsável pela digestão e transformação no corpo, desde o nível celular ao funcionamento do trato gastrointestinal. A um nível mais profundo, é a nossa capacidade de digerir impressões, emoções e ideias para chegar à perceção da verdade. Dá-nos inteligência, coragem e vitalidade, mas também falta de motivação para atingir os nossos objetivos, quando em falta. Os elementos que o compõem são água e fogo.


Desequilíbrios Pitta:

Poderá acarretar em fragilidade na área estomacal – gastrites – se abusar, pois Pitta come muito bem e em geral digere bem. Tem tendência à irritabilidade, raiva, ódio e ciúme. É o” pavio curto”, o que aliás também é péssimo para o estômago, aumentando a secreção de ácido clorídrico, tornando-o uma vítima potencial de úlcera. Eventualmente pode ter desarranjos intestinais. Como é um dosha quente, Pitta tem pouca tolerância ao calor. Pitta está relacionado ao prana Samana (prana da assimilação. Relaciona-se ao chakra Manipura – elemento fogo e a glândula pâncreas, que gerencia o calor corporal, a digestão, estômago, intestino delgado, fígado, vesícula, emoção, auto-estima, poder pessoal)

Equilibrar o Pitta:

• Moderação; • Temperatura amena; • Atenção ao lazer (tempo para relaxar, meditar); • Exposição à beleza natural (por do sol, lua cheia, passear junto a lagos); • Equilíbrio entre descanso e actividade; • Diminuição de estimulantes (álcool, café, chá). • Diminua a exposição ao calor excessivo, como sol, saunas, exercícios e estilos de yoga que aqueçam muito o corpo. • Minimize desportes competitivos e desfrute de jogos com os amigos. • Pratique Yoga de uma forma lenta e profunda, sem concorrer com os colegas. Lembre-se que todos estão em um estágio diferente na prática. Não pratique Ashtanga, que é um método que aquece o corpo. • Desportes aquáticos, especialmente em água doce são ótimos para equilibrar pitta. • Tome banhos refrescantes no verão. • Prefira tecidos naturais, soltos e evite roupas sintéticas. • Pratique meditação e exercícios de Pranayma. • Aprenda a lidar com emoções como o ciúme e a raiva, certificando-se de que a raiva não está sendo suprimida. • Evite o excesso de trabalho, o Pitta tem uma tendência em competir. • Minimize atividades intensas, filmes e músicas agitados que provoquem tensão. • Use ervas refrescantes como hortelã, camomila, erva doce, cidreira, e especiarias como coentro, cominho. • Reduza ou evite o consumo de estimulantes como álcool, cafeína, bebidas energéticas, nicotina, cocaína, chimarrão, chá preto, chá verde, etc. • Faça auto massagem ou receba abhyanga com óleos de potência fria (coco, girassol ou amêndoas). • Use óleos essenciais naturais no óleo de massagem ou em recheou para perfumar o ambiente: óleos doces e refrescantes como jasmim, rosa, menta, ylang ylang, lavanda, tea tree, sândalo e coentro.


Características do tipo Kapha:

• Constituição compacta e poderosa; grande força e resistência físicas.

• Energia regular, acção grandiosa e lenta.

• Personalidade tranquila e relaxada; não sente raiva facilmente.

• Pele fresca, macia, espessa, pálida e muitas vezes oleosa.

• Lento a captar nova informação, mas com boa memória de retenção.

• Sono pesado e prolongado.

• Tendência para a obesidade.

• Digestão lenta, fome moderada.

• Afectuoso, tolerante.

• Tendência para ser possessivo, complacente.

Kapha (Terra & Água) associa-se ao princípio da resistência e é responsável pelo crescimento e união dos tecidos, para além da proteção do organismo, cria as estruturas que tornam possível, por exemplo o líquido cerebrospinal que protege o sistema nervoso central e a medula espinal, ou o extrato mucoso a nível gástrico. Kapha quer dizer muco ou fleuma, é o que une ou mantém junto. Refere-se ao poder de coesão. Serve de contentor físico para vata e pitta, ou energia e calor. Kapha tem água na terra. A pele e mucosas, os ossos e músculos, a estrutura do corpo. Confere-nos emoções e sentimentos, amor e carinho, devoção e fé. Serve para nos manter em harmonia com os outros e permite-nos manter o que alcançamos através dos nossos esforços. Elementos água e terra.

Desequilíbrios Kapha:

Apresenta forte estrutura corporal, com tendência a obesidade. De apetite voraz, tem tendência a ter glicose e colesterol altos. Dorme muito. Pode vivenciar preguiça, pessimismo, inveja, estados depressivos, e também avareza e mesquinhez. Kapha tem tendência à criar muito muco, devendo ter cuidado para evitar pneumonias, rinites, sinusites, bronquites. Uma das principais características de Kapha é a oleosidade. Kapha está relacionado aos pranas Vyana (prana da circulação. Está relacionado ao chakra Swadhisthana – elemento água – e às glândulas reprodutoras, que gerencia a circulação dos líquidos pelo corpo, a cintura pélvica, região lombar, sensualidade, sexualidade e reprodução) e Apana (prana da eliminação. Relacionado chakra Muladhara – elemento terra – e as glândulas supra-renais, que gerencia a base, as pernas e os pés, intestino grosso, ânus, excreções de uma forma geral, instinto de defesa, apego).


Equilibrar o Kapha:

• Estímulo, exercício físico; • Controlo do peso (dieta variada e tomar chá de gengibre quente às refeições), redução de doces; • Evite dormir durante o dia, especialmente após as refeições. • Evite dormir mais do que oito horas por dia e procure acordar cedo. • Faça exercícios de respirações (Pranayama) iniciando pela narina direita. Estes exercícios aquecem e pacificam a estagnação do organismo. • Exponha a pele ao sol e ao vento (cuidando para não se queimar). • Aqueça seu ambiente no inverno. • Desenvolva algum tipo de habilidade em artes. • Use óleos essenciais como eucalipto, cânfora, gengibre e canela. • Variedade de experiências (tendência para estagnação); • Calor, secura.

❖ Vata, ou movimento, que nos permite respirar, fazer circular o sangue, passar a comida pelo trato digestivo e enviar impulsos nervosos para o cérebro.

❖ Pitta, ou metabolismo, que processa a comida, o ar e a água através de todo o sistema.

❖ Kapha, ou estrutura, para manter as células juntas e formar músculo, gordura, ossos e tendões.


Entre em contacto se gostaria de saber mais sobre este tema, ou ser acompanhado através do Yoga e Ayurveda de forma a reequilibrar o seu dosha.

392 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Drishtis

Jala Neti

Comments


bottom of page